Carregando... Carregando...
 
Busca Simples

Eduardo Gabriel Saad

Dr. Gabriel Saad

Eduardo Gabriel Saad:

 

 Compromisso e valorização dos funcionários marcaram a sua gestão na Fundacentro

 

Nascido em 12 de maio de 1912, na cidade de Santos, estado de São Paulo, Eduardo Gabriel Saad viveu ao longo dos seus anos na capital de São Paulo. Casou-se com a professora Odila, tiveram filhos, netos e bisnetos.

 

Eduardo Gabriel Saad participou da criação da Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro) e foi seu assessor jurídico externo de 1969 a dezembro de 1975. De janeiro de 1976 até 26/11/1981, foi nomeado superintendente da entidade. Durante os anos que ocupou esse cargo, foi responsável pela realização de muitos cursos voltados para a formação de engenheiros de segurança, médicos e enfermeiros do trabalho, técnicos de segurança e auxiliares de enfermagem em todo Brasil.

 

À frente da Fundacentro, quando Arnaldo Prieto era o ministro do Trabalho, Saad atuou para a consolidação de toda a legislação da segurança, higiene e medicina do trabalho, que se encontrava dispersa em centenas de textos legais. Desse trabalho, resultou a atual Portaria n°. 3.214/78, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que facilita até hoje a efetiva aplicação das normas prevencionistas nos locais de trabalho. Essa ação contou com a participação dos técnicos da Fundacentro.

 

A formação em SST na época, realizada pela Fundacentro, foi de extrema importância porque assegurou três vertentes: consolidou as profissões, resultou na redução dos acidentes e doenças laborais nas décadas de 1970 e de 1980 e, especialmente, no cumprimento pelas empresas da Portaria nº 3.214/78, que orienta a utilização das normas de segurança e saúde do trabalho.

 

Eduardo Saad incentivava os funcionários da Fundacentro para o aperfeiçoamento técnico e científico, propiciando cursos e bolsas de estudos no âmbito nacional e no exterior. Assim podiam ser agentes multiplicadores, e a instituição se tornava cada vez mais um referencial na área de segurança e saúde no trabalho em nível internacional.

 

“Um administrador fora de série. Reconhecia o trabalho que os funcionários desenvolviam. Nós tínhamos uma meta para cumprir e conseguíamos um ótimo resultado”, recorda Valdeci Inocêncio, chefe do Serviço de Suprimentos, que trabalha há 40 anos na instituição.

 

Um dos exemplos dessa valorização é que o superintendente elogiava os trabalhos realizados com um cartão escrito de próprio punho. Além disso, estimulava os jovens servidores da Fundacentro para a produção de textos relacionados à prevenção de acidentes e doenças ocupacionais.

 

Saad também publicou algumas obras nessa área, com os títulos sobre “Legislação de Acidentes, Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho: anotada e comentada”; “Legislação de Acidentes, Segurança, Higiene e Medicina do Trabalho comentada” e “Acidentes Higiene e Segurança do Trabalho: coletânea de leis, decretos e portarias”.

 

Suas obras podem ser consultadas na biblioteca da instituição. Biblioteca que recebeu o nome do jurista Eduardo Gabriel Saad.

 

Carreira em outras instituições e publicações

 

Em 1990, o jurista trabalhou como diretor do Serviço Social da Indústria em São Paulo (Sesi/SP), no qual promoveu treinamentos para a área de saúde ocupacional dentro das indústrias paulistas. Nessa época, a editora do Sesi editou inúmeros livros, tais como “Sindicalismo”; “Curso Elementar de Previdência Social”; “Curso Básico de Direito do Trabalho”, dentre outros.

 

Foi membro da Academia Nacional do Trabalho, do Instituto dos Advogados de São Paulo e do Instituto de Direito Social Cesarino Júnior.

 

Eduardo Saad trabalhava como advogado e, também, elaborou obras de cunho trabalhista, como a “Consolidação das Leis do Trabalho Comentada”; “Curso de Direito do Trabalho”; “Direito Processual do Trabalho”; “Comentários ao Código do Consumidor”; “Aspectos Jurídicos da Segurança e Medicina do Trabalho” e muitos outros livros que podem ser encontrados em livrarias e bibliotecas especializadas.

 

Além de todas as obras publicadas, o jurista escrevia para o Suplemento Trabalhista da Editora LTr e para a sua revista, onde foram publicados mais de 1.200 artigos acerca de temas da área do direito.

 

No dia 26 de julho de 2003, com o seu falecimento aos 88 anos, os profissionais da área de SST se despediram de um grande incentivador da prevenção de acidentes e doenças ocupacionais no país.

 

FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho.
Sede: Rua Capote Valente, Nº 710 - CEP: 05409-002 - SÃO PAULO-SP - BRASIL - CAIXA POSTAL: 11.484 / CEP: 05422-970
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem a permissão da Instituição.