Carregando... Carregando...
 
Busca Simples

Evento debaterá o assédio moral no ambiente de trabalho doméstico

fonte: CRBA

Roda de conversa será voltada para trabalhadoras (es) domésticas (os), diaristas, faxineiros (as), caseiros, babás, e cozinheiras (os)

Por ACS/Alexandra Rinaldi, com informações de Ana Soraya Bomfim em 02/07/2019

A Fundacentro (Centro Regional da Bahia) realizará no próximo dia 6 de julho (sábado), das 8h30 às 12h, roda de conversa para discutir o Assédio Moral no Ambiente de Trabalho Doméstico.

O objetivo do evento é discutir os elementos que configuram o assédio moral no ambiente de trabalho, sofrido por trabalhadoras (es) domésticas (os) em Salvador, Bahia.

De acordo com as coordenadoras, Soraya Wingester Vasconcelos e Ana Soraya Villasboas Bomfim serão utilizados conceitos e caracterização de pesquisas acadêmicas sobre o assédio moral no trabalho, e de forma dialógica, se buscará com as trabalhadoras (es) domésticas (os), palavras geradoras de violência no seu ambiente de trabalho.

A dinâmica terá como intenção estimular as participantes a realizarem apresentação em cartazes e imagens, e a partir das informações, promover reflexões sobre as realidades do grupo, tendo como proposição, o combate e prevenção das práticas de maus tratos e violências. “Pretendemos com a realização deste trabalho, criar laços de solidariedade entre a classe e mobilizar a categoria para que se tenha saúde física, mental, resistência, dignidade, justiça e paz. Nossa intenção é de que essa seja a primeira de uma série de outras rodas de conversa sobre a temática”, destaca Ana Soraya.

O tema faz parte do desdobramento das 6 oficinas sobre “Trabalho Doméstico, Riscos e Repercussões na Saúde” realizadas em duas regiões de Salvador, Doron e Parque São Bartolomeu, no ano de 2018, e uma continuidade às ações de Valorização do Trabalho Doméstico na Bahia (Agenda Bahia de Trabalho Decente/Câmara Temática Eixo Trabalho Doméstico).

O evento terá a presença dos palestrantes, Milca Martins Evangelista e Francisco Xavier de Santana, integrantes da diretoria do Sindoméstico Bahia e conta com o apoio da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), a mobilização realizada por Cristiane Lopes, assistente social do Movimento de Cultura Popular do Subúrbio (MCPS) e Comunidade Guerreira Zeferina.

Onde

Centro de Cultura de Pirajá do Parque São Bartolomeu, Salvador-BA.

Compartilhar:

Recomendar Notícia

Recomendar Notícia

É obrigatório o preenchimento dos campos com *

Dados remetente

Dados destinatario

Máximo de 1500 caracteres. Quantidade de caracteres digitados:

Confirmação dos dados - Recomendar essa Notícia

Dados confirmação
Recomendar para outro destinatário

FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho.
Sede: Rua Capote Valente, Nº 710 - CEP: 05409-002 - SÃO PAULO-SP - BRASIL - CAIXA POSTAL: 11.484 / CEP: 05422-970
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem a permissão da Instituição.