Carregando... Carregando...
 
Busca Simples

Autoridades frisam a importância da cultura de prevenção de acidentes nos ambientes de trabalho

Autoridades frisam a importância da cultura de prevenção de acidentes nos ambientes de trabalho

Em memória às vítimas de acidentes de trabalho, Fundacentro e parceiros realizaram evento ontem, 25 de abril, em São Paulo

Por Fundacentro/ACS - Débora Maria Santos em 26/04/2019

Fotos: Fundacentro/SRI

A fomentação e implementação de uma cultura de prevenção de acidentes de trabalho foi o centro das discussões em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças Relacionadas ao Trabalho, evento realizado ontem, 25 de abril, no auditório da Fundacentro, em São Paulo.

O evento promovido pela instituição e pela Superintendência Regional do Trabalho no Estado de São Paulo (SRTb/SP) incorporou na pauta a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes do Trabalho, cujo tema deste ano contempla a Gestão de Riscos Ocupacionais.

Sobre a Canpat, a Escola Nacional de Inspeção do Trabalho (Enit) lança o vídeo e texto explicativo sobre a campanha. O objetivo é disseminar a população sobre medidas de prevenção de acidentes, para isso todos podem utilizar a #chegadeacidente em suas redes sociais.

Para o diretor de Administração e Finanças da Fundacentro, Francisco Rogério Lima da Silva, representando a presidente Marina Battilani, a data 28 de abril é importante para garantir melhorias das condições de trabalho. “A Fundacentro sempre esteve na vanguarda nas questões que envolvem a saúde e segurança do trabalhador. Essa data nos leva a refletir e, sobretudo, implementar ações que possam garantir a saúde do trabalhador”, salienta Francisco Silva. Completa que os autores governamentais por parte da justiça, do Ministério Público e da sociedade civil também são importantes na cultura da segurança e saúde no trabalho.

Atualmente no Brasil existem 37 Normas Regulamentadoras (NR´s), aprovadas pela Lei nº 3.214, de 08 de junho de 1978, as quais obrigam os empregadores de empresas privadas, públicas e órgãos do governo que possuam empregados regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) a implantarem medidas de prevenção de acidente no ambiente de trabalho.

A fiscalização do trabalho tem como função garantir de forma pontual a aplicação das leis aos contratos trabalhistas. “A fiscalização do trabalho, em conjunto com o Ministério Público do Trabalho, é importante no sentido de prevenir acidentes e preservar vidas. A parceria com a Fundacentro também é fundamental, e precisamos avançar para ter resultados alcançados na preservação da vida de cada trabalhador do estado e de todo o Brasil”, frisa Marco Antônio Melchior, da Superintendência Regional do Trabalho do Estado de São Paulo.

Já o procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho em São Paulo, Erich Vinicius Schramm, salienta que é preciso incentivar a sociedade para a educação e pesquisa em SST. Diz ainda que a Fundacentro é referencial em estudos e pesquisas relacionados à saúde e segurança dos trabalhadores. “Partindo de diretrizes traçadas pela Constituição Federal de 1988, a dignidade das pessoas tem que ser o foco central das discussões”, exalta Erich.

De acordo com dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, a cada 48 segundos ocorre um acidente de trabalho e uma vítima fatal a cada três horas. De janeiro de 2018 a 29 de março de 2019, foram registrados em torno de 802 mil acidentes de trabalho e 2.995 mortes. Diante desse cenário, o coordenador geral de Saúde e Segurança no Trabalho do Ministério da Economia, Kleber Pereira de Araújo e Silva, pergunta “onde estamos errando? No papel temos diversas entidades federal, estadual e municipal que têm como missão prevenir o adoecimento e os acidentes de trabalho”, enfatiza.

A Lei Federal 12.645 de 2012, institui o dia 10 de outubro como o Dia Nacional de Segurança e Saúde nas Escolas. Para o coordenador Kleber, a educação em segurança e saúde no trabalho nas escolas é fundamental para conscientizar e fomentar uma cultura de prevenção de acidentes. Isto possibilita a redução de acidentes no trabalho, no ambiente doméstico e na escola. “Temos na plateia o senhor Orlandino, responsável por implantar a SST nas Escolas, por isso é imprescindível que a prevenção seja integrada dentro de casa e também na escola”, ressalta.

Na oportunidade, o técnico de segurança do trabalho Orlandino dos Santos, entregou uma placa de Moção de Aplausos conferido a presidente da Fundacentro, Marina Battilani, por seu engajamento em prol da criação no dia Internacional da Segurança e Saúde nas Escolas. Na página da instituição está disponível o Programa "Segurança e Saúde nas Escolas".

Em homenagem às vítimas de acidentes e doenças relacionadas ao trabalho, integrantes da mesa, servidores, colaboradores e parceiros realizaram a Cerimônia da Vela.

As palestras dos especialistas serão publicadas na próxima semana no Portal da Fundacentro.

Compartilhar:

Recomendar Notícia

Recomendar Notícia

É obrigatório o preenchimento dos campos com *

Dados remetente

Dados destinatario

Máximo de 1500 caracteres. Quantidade de caracteres digitados:

Confirmação dos dados - Recomendar essa Notícia

Dados confirmação
Recomendar para outro destinatário

FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho.
Sede: Rua Capote Valente, Nº 710 - CEP: 05409-002 - SÃO PAULO-SP - BRASIL - CAIXA POSTAL: 11.484 / CEP: 05422-970
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem a permissão da Instituição.