Carregando... Carregando...
 
Busca Simples

Fundacentro atinge mais de 700 participantes em eventos no Recife e São Luís em setembro

foto: CRPE

Ações contemplaram Setembro Amarelo, sofrimento psíquico, assédio moral, riscos biológicos, benzeno, espaços confinados e saúde do trabalhador e da trabalhadora

Por Fundacentro/ACS-Alexandra Rinaldi, com contribuições de José Helio Batista em 03/10/2019

Os eventos da Fundacentro (Centro Regional de Pernambuco) em Pernambuco e no Maranhão atingiram mais de 700 participantes em setembro.

De acordo com José Helio Lopes Batista, um dos articuladores dessas ações, a expressividade no número de participantes se deve em grande parte, ao “envolvimento da Fundacentro com diversas entidades da sociedade civil organizada, como também a credibilidade depositada pelo público nas ações da instituição”.

Com temáticas diversificadas, profissionais da área de segurança e saúde no trabalho, magistrados e interessados receberam informações sobre as principais doenças relacionadas ao trabalho e formas de combatê-las.

O primeiro deles foi aconteceu no dia 3 de setembro. Trata-se do Seminário sobre trabalho e sofrimento psíquico.

Conforme dados da Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 mortes por suicídio poderiam ser evitadas, indicando que a prevenção é fundamental para reverter essa situação. No Brasil, 32 pessoas se suicidam diariamente devido a transtornos mentais. Os números são muito maiores, pois há subnotificação.

Para estimular o diálogo e mudar essa realidade, o Grupo Interinstitucional de Prevenção de Acidentes de Trabalho (Getrin6), do qual a Fundacentro é membro fundador, promoveu o seminário “Trabalho e sofrimento psíquico: vidas em risco”, reunindo mais de 150 participantes no Recife e contou com as presenças dos tecnologistas, Luiz Antonio de Melo e José Hélio Lopes. O evento fez parte do Setembro Amarelo, mês de conscientização sobre a prevenção do suicídio.

Já no dia 12 de setembro, a convite da Coordenadora da Comissão de Enfrentamento ao Assédio Moral do Ministério Público do Trabalho da 6ª Região, o tecnologista da Fundacentro, José Hélio Lopes ministrou a palestra “Meu trabalho tem valor, minha saúde não tem preço” para 25 servidores do órgão e procuradores do trabalho.

O palestrante discorreu sobre a dupla e contraditória natureza do trabalho, gatilhos para os transtornos mentais relacionados ao trabalho, tipificação e reflexos do assédio moral sobre a saúde, caminhos para enfrentar o problema e encerrou sua fala indagando “Você é feliz em seu trabalho?”

A Comissão de Enfrentamento ao Assédio Moral aproveitou para agradecer ao tecnologista da Fundacentro pelas sugestões feitas em relação a um questionário sobre a temática, a ser aplicado entre servidores e procuradores do órgão.

A ação educativa teve como foco central o tema Assédio moral no trabalho e foi realizada na sede da Procuradoria Regional do Trabalho no Recife.

No dia 17 de setembro, em um evento que reuniu mais de 200 participantes de vários municípios de Pernambuco, a Fundacentro participou do II Seminário de Riscos Biológicos no Trabalho.

A participação da instituição foi a convite do Centro de Referência em Saúde do Trabalho do Recife (Cerest Regional Recife).

A chefe da Fundacentro, Ivete Esteves Lacerda, participou da sessão solene de abertura, enquanto o tecnologista, José Hélio Batista coordenou a mesa “Risco biológico: olhares e seus enfrentamentos”.

Em São Luis do Maranhão, o tema abordado foi benzeno.

A Fundacentro, em conjunto com o Centro de Referência em Saúde do Trabalhador e a Superintendência Estadual de Vigilância Sanitária, órgãos da Secretaria de Saúde do Maranhão, promoveram capacitação sobre “Vigilância de Ambientes e Processos de Trabalho em Postos Revendedores de Combustíveis com Ênfase no Benzeno”.

O curso ocorreu de 24 a 27 de setembro em São Luís, tendo contado com 36 participantes, incluindo gestores e técnicos da saúde do trabalhador, representantes dos sindicatos dos frentistas e postos de combustíveis, fiscais da vigilância sanitária e vigilância ambiental, além do Controle Social, Ministério Público do Trabalho, Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador e Trabalhadora, Auditores Fiscais do Trabalho, Laboratório Central de Saúde Pública e SOS Vida no Trânsito.

Atuaram como docentes, a pesquisadora, Arline Arcuri da Fundacentro e o gestor ambiental, Alexandre Jacobina (BA). A coordenação foi de José Hélio Lopes da Fundacentro e Luciano Mamede do Cerest/MA.

Segundo os professores, foi uma oportunidade para tirar da invisibilidade os riscos causados pela exposição ao benzeno e fomentar a criação de projetos locais de intervenção em benefício da saúde dos trabalhadores nesse importante setor econômico.

No dia 27 de setembro, a Fundacentro e a Máximo SMS promoveram a palestra Segurança e saúde no trabalho em espaços confinados.

O tema foi conduzido por Paula Scardino, especialista e referência nacional sobre o assunto. A especialista compartilhou com o público, os conceitos básicos sobre o trabalho em espaços confinados, incluindo os riscos e as medidas preventivas necessárias.

A ação educativa reuniu 308 participantes, somando-se os que compareceram ao auditório da Fundacentro e os que acompanharam ao vivo pelo Instagram da Máximo SMS. Os inscritos doaram alimentos não perecíveis, que foram repassados para 2 entidades filantrópicas.

E, por fim, também no dia 27 de setembro, a Fundacentro marcou presença no “Fórum Sindical Popular de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora” na sede da Central Única dos Trabalhadores, como também na “reunião do Getrin6 - Grupo Interinstitucional de Prevenção de Acidentes do Trabalho” no Tribunal Regional do Trabalho em Recife. Ambos os eventos contaram com a participação da chefe da Fundacentro, Ivete Esteves Lacerda e do chefe técnico, Luiz Antônio de Melo.

Compartilhar:

Recomendar Notícia

Recomendar Notícia

É obrigatório o preenchimento dos campos com *

Dados remetente

Dados destinatario

Máximo de 1500 caracteres. Quantidade de caracteres digitados:

Confirmação dos dados - Recomendar essa Notícia

Dados confirmação
Recomendar para outro destinatário

FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho.
Sede: Rua Capote Valente, Nº 710 - CEP: 05409-002 - SÃO PAULO-SP - BRASIL - CAIXA POSTAL: 11.484 / CEP: 05422-970
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem a permissão da Instituição.