Carregando... Carregando...
 
Busca Simples

Fundacentro/MG debate gestão adequada do FAP

Ate: Evilyn Christina da Silva

O evento terá transmissão pela internet por meio do formato webinário

Por ACS/ Cristiane Reimberg em 12/03/2018

A Fundacentro/MG realiza o Seminário O Fator Acidentário de Prevenção (FAP) em Debate no auditório da instituição em Belo Horizonte/MG, em 20 de março. O objetivo do evento é refletir sobre a aplicação do FAP nas empresas em busca de uma maior efetividade e alcance. Para tanto, serão discutidas as causas que impedem a gestão adequada e serão propostas soluções.

A participação presencial é limitada a 100 vagas, no entanto, é possível acompanhar as discussões por meio de Webinário. Nesse formato, a inscrição deve ser efetuada pelo site Saber SST. Os inscritos terão acesso ao evento através de login pelo endereço do e-mail informado.

Pela manhã, a mesa “Problematizando a realidade do FAP” apresentará a óptica previdenciária, do trabalhador e do empresário. Participarão do debate: Paulo Almeida, coordenador geral do Seguro de Acidentes de Trabalho da Secretaria de Previdência do Ministério da Fazenda; José Reginaldo Inácio, educador e representante da Confederação Nacional dos Trabalhadores na Indústria (CNTI); Alexandre Veloso, médico do trabalho e diretor da Digital Health Sucesu Minas; e Celso Amorim Salim, pesquisador da Fundacentro/MG.

No período da tarde, a “Gestão do FAP: Aspectos Práticos” será discutida pelo engenheiro de segurança e gerente corporativo de SST na Brennand Cimentos em Sete Lagoas – MG, Eduardo Teixeira; pelo médico do trabalho e coordenador do Serviço Médico da Brennand Cimentos, Joaquim Machado Neto; pelo consultor em gestão Frederico Furquim; e pelo médico e membro da Comissão de Especialistas de FAP & NTEP da Confederação Nacional das Indústrias – CNI, Airton Kwitko.

Estímulo à prevenção

Desde 2010, o Fator Acidentário de Prevenção é um multiplicador que varia de 0,5 a 2 e incide sobre as alíquotas de 1%, 2% ou 3% dos Riscos Ambientais do Trabalho – RAT, tarifação para custear aposentadorias especiais e benefícios decorrentes de acidentes de trabalho. Sua metodologia faz com que as empresas que registram mais acidentes ou doenças relacionadas ao trabalho paguem uma tarifa maior. Já as empresas que não possuem nenhum registro são bonificadas com a redução de 50% da alíquota.

Na avaliação dos organizadores do seminário, o FAP “é um mecanismo de estímulo às empresas a investirem na gestão de Segurança e Saúde no Trabalho (SST). É uma possibilidade concreta e legal de as empresas reduzirem seus custos sobre a folha de pagamento por meio da melhoria de suas próprias práticas de gestão”.

“Assim, a principal motivação deste seminário é saber por que, passados oito anos do início da sua implantação, o FAP, que pode trazer tantos benefícios para empresas, trabalhadores e para a sociedade em geral, não é adequadamente gerido pelas empresas?”, questionam.

A equipe técnica do seminário é composta por Airton Kwitko, Celso Salim, pelo chefe da Fundacentro/MG Érico Torres, pelo fundador do site SST online Eder Santos e pelo coordenador técnico da Fundacentro/MG, Lenio Amaral.

Saiba mais

Seminário O Fator Acidentário de Prevenção (FAP) em Debate

Data: 20 de março de 2018

Local: Fundacentro/MG

Rua Guajajaras, 40 – 13° andar

Belo Horizonte/MG

Leia o folder

Faça a sua inscrição participar pela internet

Inscrições presenciais esgotadas

Compartilhar:

Recomendar Notícia

Recomendar Notícia

É obrigatório o preenchimento dos campos com *

Dados remetente

Dados destinatario

Máximo de 1500 caracteres. Quantidade de caracteres digitados:

Confirmação dos dados - Recomendar essa Notícia

Dados confirmação
Recomendar para outro destinatário

FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho.
Sede: Rua Capote Valente, Nº 710 - CEP: 05409-002 - SÃO PAULO-SP - BRASIL - CAIXA POSTAL: 11.484 / CEP: 05422-970
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem a permissão da Instituição.