Carregando... Carregando...
 
Busca Simples

Seminário em Minas Gerais aborda trabalho e saúde mental

Arte: Evilyn Cristhina da Silva

Evento em 24 e 25 de agosto busca debater formas de gestão que levam ao adoecimento do “ser” por inteiro

Por ACS/ Cristiane Reimberg em 09/08/2017

“Tempo não é dinheiro. Tempo é o tecido da nossa vida. É esse minuto que está passando. Daqui a 10 minutos eu estou mais velho (...). Portanto, eu tenho direito a esse tempo. Esse tempo pertence a meus afetos”. A frase do crítico literário e sociólogo Antônio Cândido foi escolhida pela pesquisadora da Fundacentro/MG, Maria do Rosário Sampaio, como uma das justificativas do tema do evento que coordena nos dias 24 e 25 de agosto, das 8h30 às 17h30, no auditório da instituição em Belo Horizonte - Seminário “Trabalho e saúde mental: desafio à gestão, compromissos ao Estado”.

Apesar de a frase apresentar um ideal que dificilmente será contestado, a pesquisadora destaca que “a escolha da composição do tecido da vida já não pertence a quem o veste”. Os trabalhadores não são donos de seu tempo nem podem utilizá-lo em harmonia com seus afetos. Onde fica o espaço para sonhar, desejar, criar ou Ser, se estão condenados à repetição infindável de uma só atividade? Organização do trabalho rígida e altos índices de adoecimento mental fazem parte do cenário atual.

“Se na atualidade os índices relativos à saúde mental dos (as) trabalhadores (as) surgem assustadoramente crescentes, eles parecem consoantes ao tempo de uso intensivo das forças mentais, enquanto são reduzidas as exigências sobre o conjunto dos músculos. Como produto histórico-social, o processo de adoecimento no e pelo trabalho possui as marcas do seu tempo: se o aparato produtivo requer uso intenso da mente no que antes se aplicava aos músculos, era de se esperar que a saúde mental também sucumbisse, tal como ainda ocorre com mãos ou colunas. A unidade “SER” adoece todo, por inteiro”, explica a coordenadora do Seminário.

Este cenário será discutido pelo evento, que busca debater as determinações das formas de gestão na saúde mental dos trabalhadores e trabalhadoras, observando suas incidências e implicações nas políticas públicas. Para participar, é preciso se inscrever pelo e-mail cursos.fundacentromg@gmail.com de 4 a 23 de agosto.

Como são limitadas, as vagas serão distribuídas entre profissionais da área de Segurança e Saúde no Trabalho - SST de órgãos públicos (SRT/MG, INSS/MG, Cerest/SES/MG, MPT/MG), profissionais de Sesmt (Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho), representantes dos trabalhadores e do empresariado, estudantes vinculados a programas de pós-graduação voltados para a temática.

Programação

Na manhã de 24 de agosto, a mesa-redonda “Trabalho e saúde mental na contemporaneidade” será coordenada pelo psiquiatra Marco Túlio de Aquino, da Secretaria Estadual da Saúde de Minas Gerais – SES/MG. O professor titular do Departamento de Ciências Econômicas da Universidade Federal de Minas Gerais – UFMG, João Antônio de Paula, abordará o trabalho na sociedade contemporânea. O psiquiatra e psicanalista Stélio Lage Alves falará sobre a depressão como resposta social. Já o professor adjunto da Faculdade de Medicina da UFMG, Helian Nunes de Oliveira, fará a palestra “Trabalho e saúde mental: epidemiologia e políticas públicas em saúde mental”.

No período da tarde, haverá a mesa-redonda “Gestão do trabalho e respostas dos (as) trabalhadores (as)”, coordenada pelo professor da Escola de Engenharia da UFMG, Francisco de Paula Antunes Lima. A professora do Mestrado da Faculdade Novos Horizontes, Maria Elizabeth Antunes Lima, retratará a gestão do trabalho e subjetividade dos trabalhadores e trabalhadoras. O professor nas áreas de Organizações e Comportamento Organizacional da Fundação Dom Cabral (FDC), Anderson de Souza Sant'Anna, abordará os desafios à gestão do trabalho e saúde mental. Por fim, o professor adjunto da Universidade Federal de Itajubá (Unifei), Raoni Rocha Simões, falará sobre fatores humanos e organizacionais no ambiente de trabalho.

Em 25 de agosto, serão mais duas mesas. Pela manhã, “Abordagem multidisciplinar em trabalho e saúde mental”, coordenada pelo professor da Faculdade de Medicina de Botucatu da Unesp (Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho). Participarão o professor da Faculdade de Psicologia da PUC/MG, Carlos Eduardo Carrusca Vieira; o professor adjunto do curso de psicologia da PUC/MG – Betim, Manoel Deusdith Junior; a professora Lais Di Bella Castro Rabelo; e o médico perito do INSS/MG, Leonard Joseph Taves. Os temas abordados, respectivamente, serão: “saúde mental e trabalho: estratégias de prevenção aos distúrbios mentais em situações potencialmente traumáticas”; “diálogos pertinentes e necessários: saúde do trabalhador e saúde mental”; “saúde mental e trabalho: a questão do nexo causal nas perícias da justiça trabalhista”; e ”o adoecer psíquico e perícia previdenciária”.

No período da tarde, a discussão gira em torno do tema “Trabalho e saúde mental: relatos de pesquisa e experiências”, sob a coordenação da supervisora médica pericial do INSS/MG, Maria da Penha de Melo. O professor do Instituto Federal Minas Gerais – IFMG/Ouro Preto, Marcelo de Araújo Campos, fará uma exposição sobre “trabalho e saúde mental: prescrições e sistema de metas”. A diretora técnica do Hospital das Clínicas da UFMG, Andréa Maria da Silveira, abordará a qualidade de vida, sofrimento psíquico e vitimização do trabalhador nas instituições de segurança pública. A auditora fiscal do Ministério do Trabalho, Lailah Vilela, falará sobre os mecanismos de controle da atividade no setor de teleatendimento e as queixas de cansaço e esgotamento dos trabalhadores. Já a professora titular da Faculdade de Medicina da UFMG, Ada Ávila Assunção, realizará palestra sobre as condições de trabalho e os efeitos sobre a saúde do professor.

Consulte a programação do evento

Informações gerais

Seminário “Trabalho e saúde mental: desafio à gestão, compromissos ao Estado”

Data: 24/08/2017 a 25/08/2017

Horário: 8h30 às 17h30

Local: Auditório da Fundacentro/MG

Rua Guajajaras , 40 – Centro – Belo Horizonte/MG

Inscrições: de 04/08 a 23/08 pelo e-mail: cursos.fundacentromg@gmail.com

Compartilhar:

Recomendar Notícia

Recomendar Notícia

É obrigatório o preenchimento dos campos com *

Dados remetente

Dados destinatario

Máximo de 1500 caracteres. Quantidade de caracteres digitados:

Confirmação dos dados - Recomendar essa Notícia

Dados confirmação
Recomendar para outro destinatário

FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho.
Sede: Rua Capote Valente, Nº 710 - CEP: 05409-002 - SÃO PAULO-SP - BRASIL - CAIXA POSTAL: 11.484 / CEP: 05422-970
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem a permissão da Instituição.