Carregando... Carregando...
 
Busca Simples

Oficina realizada na Fundacentro objetiva criar o CAREX Brasil

Foto: Clodoaldo Caetité Novaes

Plano de trabalho será alinhado no final de julho

Por ACS/ Alexandra Rinaldi em 19/06/2017

No dia 13 de junho foi realizada oficina na Fundacentro em SP para definir estratégias de desenvolvimento do CAREX Brasil e delinear um termo de referência e projeto de pesquisa entre as entidades envolvidas.

Com a presença de representantes do Ministério da Saúde e Instituto Nacional de Câncer (INCA), a oficina foi um desdobramento da participação do presidente da Fundacentro, Paulo Arsego e do diretor técnico, Robson Spinelli durante a realização da 2ª. Oficina internacional para o fortalecimento de capacidades para o desenvolvimento de projetos nacionais de CAREX (EXposición a CARcinógenos), realizada em maio no Chile.

O CAREX, ou CARcinogen EXposure, é um sistema internacional de informação sobre exposições ocupacionais a agentes carcinogênicos e sua prevalência nos ambientes de trabalho.

Presente também nos países do Cone Sul, o modelo mais desenvolvido no momento é o do Canadá que incorporou a maior parte dos aspectos das experiências e dissemina informações sobre exposição a riscos por meio de um aplicativo na web. Conheça o CAREX Canadá.

Na América do Sul, o CAREX é visto como um modelo para ações de vigilância a substâncias carcinogênicas.

A próxima reunião marcada para acontecer no final de julho irá alinhar o termo de referência, bem como traçar o plano de trabalho.

Leia mais.

Participantes da Oficina

Participaram da Oficina realizada na Fundacentro, representando o Ministério da Saúde/Saúde do Trabalhador, a coordenadora geral de Saúde do Trabalhador, Karla Freire Baeta, Renan Santos do departamento de Saúde Ambiental do Ministério da Saúde, Ubirani Barros Otero e Marcia Sarpa Melo, ambos do Instituto do Câncer, INCA, Coordenação Geral de Prevenção e Vigilância.

Da Fundacentro, participaram Robson Spinelli, diretor técnico, Tereza Luiza Ferreira dos Santos, assessora da diretoria técnica, o médico pneumologista, Eduardo Algranti e os pesquisadores, Ricardo Lorenzi e Daniel Pires Bitencourt.

Compartilhar:

Recomendar Notícia

Recomendar Notícia

É obrigatório o preenchimento dos campos com *

Dados remetente

Dados destinatario

Máximo de 1500 caracteres. Quantidade de caracteres digitados:

Confirmação dos dados - Recomendar essa Notícia

Dados confirmação
Recomendar para outro destinatário

FUNDACENTRO - Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho.
Sede: Rua Capote Valente, Nº 710 - CEP: 05409-002 - SÃO PAULO-SP - BRASIL - CAIXA POSTAL: 11.484 / CEP: 05422-970
Todos os direitos reservados. Proibida a reprodução total ou parcial sem a permissão da Instituição.